7.12.12

Resenha - A Ascensão dos Nove



Antes de encontrar John Smith, o Número Quatro, eu estava sozinha, lutando e me escondendo para continuar viva. Juntos, somos ainda mais poderosos.
Mas isso só vai durar até precisarmos nos separar para localizar os outros.
Fui até a Espanha em busca da Número Sete e encontrei mais do que esperava: um décimo membro da Garde, que conseguiu escapar vivo de Lorien.
Ella é mais jovem que o restante de nós, mas igualmente corajosa. Agora estamos à procura dos outros — de John inclusive.

 Como já sabemos, A Ascensão dos Nove foi um dos livros vai aguardados do ano, e não posso deixar de comentar que o livro está maravilhoso.

 Se você ainda não leu os livros anteriores, pode conferir ao menos as resenhas de Eu sou o Número Quatro e O Poder dos Seis aqui no blog.

  Depois de alguns probleminhas, John acaba se afastando de Sam que agora está nas mãos dos inimigos, mas pelo menos uma notícia melhora um pouquinho as coisas: John acabou resgatando o Número Nove.

  Como no livro anterior, não é apenas um personagem que narra a estória, mas neste volume são TRÊS e isso acaba sendo meio ruim, porque você acaba se perdendo na estória e tendo que reler o capítulo.

 Enquanto o Número Quatro está passando por alguns probleminhas, em lugar um tanto distante se encontra a Número Sete, desde que chegaram em um convento ela e sua Cêpan estão tendo paz, mas isso tem um preço: Sua Cêpan não quer mais saber de sua missão, e agora é uma devota da igreja. Resumindo Marina (Ou Número Sete) está sozinha no momento.

 Mas essa paz tem data de validade  e como já era esperado um dia os inimigos chegam, mas por sorte a Número Seis e uma pessoinha (é surpresa shiiiu) acabam ajudando-a, mas infelizmente sua Cêpan acaba morrendo.

 Depois de uma série de acontecimentos, chegamos ao ansioso final, e finalmente está os Números Quatro, Seis, Sete, Oito, Nove e mais duas companhias; frente-a-frente com Setrákus (o chefe dos mongs); e ai só lendo para saber como o livro termina.

  Uma dica pra quem vai ler é ter muita saúde no coração, pois o livro traz cada surpresa ... Em fim, eu classifico o livro com quatro estrelinhas por que: 

 1º No livro anterior, esse negócio de dividir a narrativa em duas pessoas deu super certo, mas neste são três pessoas que narram e isso deixou o livro meio 'estranho' 

 2º Eu particularmente não gostei muito do final, eu achava que na hora em que o circo ia começar a pegar fogo, algumas coisas acontecem e isso me irritou muito.

 3º Eu senti um dedinho de editor, principalmente quando o livro falta umas 100 páginas pra acabar, e isso me irritou um tiquinho.



De qualquer forma eu só tenho que dizer, que a série Os Legados e Lorien, é para qualquer tipo de pessoas, não importa se é jovem ou não, homem ou mulher, qualquer um se apaixonaria por ela, então não deixe de ler e tirar suas próprias conclusões.

Um comentário:

  1. Olá. Você ganhou um selinho do blog 1 Critic

    http://1critic.blogspot.com.br/2012/12/selinho-selo-de-qualidade.html

    ResponderExcluir

Vem conte-meu sua opinião *--* Mas lembre-se:

• Não xingue, você não gostaria que fosse com você não é?
• Deixe a url do seu blog para eu retribuir a visita.
• "Seguindo, segue de volta?" Depende, se eu gostar do seu blog, sigo sim c: