25.7.14

Agenda Cultural - A exposição das bolinhas




Chegamos lá no instituto Tomie Ohtake por volta de 13:00 e logo nos deparamos com uma fila imensa -nota-se que era apenas quarta-feira; o segurança nos avisou que a fila para entrar estava levando em torno de uma hora e meia a duas horas e meias, mas mesmo assim lá fomos nós para a fila de baixo do sol forte.

Depois de uma hora e meia de fila a emoção de chegar a porta do evento era enorme! porém a "decepção" foi grande quando colocamos o pé la dentro. A exposição foi dividida em salas e cada sala tinha sua fila e cada fila variava de meia hora a uma hora! Resumindo: Filas e mais filas.

imagem retirada da internet

Assim que entramos na primeira sala temos algumas obras um tanto inusitadas, mas que após lermos os textos fazem todo o sentido: Elas fazem parte de outras obsessões como por comida e sexo.


Em cada sala sentimos uma emoção diferente e em certos momentos parece que estamos em uma dimensão totalmente diferente. Há uma sala com quadros enormes e um é mais lindo que o outro, da vontade de ficar lá encarando eles por um tempão...



As salas mais visitadas eram a que ficávamos menos tempo e também as mais escuras ou seja foram poucas as fotos que ficaram boas, mas em compensação havia salas todas coloridas que davam vontade de "vomitar arco-íris". A primeira foto é de uma sala em que passamos uma hora na fila e quando chegamos lá era uma sala bem pequenininha em que recebíamos adesivos para colar nas coisas (ok, esperamos uma hora na fila e espera mais que isso, mas a sala estava toda colorida e linda). A segunda foto é em uma sala bem simples com essas bolas giganteeeees, queria abraça-las mas era proibido até tocar ): (nessa não pegamos nenhuma fila, yuup)



Guia de como ir a exposição Obsessões Infinitas

Roupa: Prefira uma calça jeans ou uma legging, pois são confortáveis e dá para aguentar o calor e o frio.
Sapato: Prefira tênis ou alguma sapatilha confortável devido as grandes filas
Comida: Tentem levar umas 2 garrafinhas de água e alguma bolachinha ou petisco para não ficarem com fome, pois lá há apenas um restaurante que facha as 15:00 e não pode sair para comer e depois voltar.
Horário: Prefira chegar cedo a fim de pegar a fila menor ou mais pro fim da tarde
Preço: A entrada é gratuita. 
Como ir: Vá de metrô e desça na estação Faria Lima - Linha Amarela (saída na praça da igreja). A exposição fica pertinho de lá, então do metrô da para ir andando tranquilamente.


Gostaram? então corram e não percam essa oportunidade pois a exposição acaba no dia 27 desse mês (Julho)







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vem conte-meu sua opinião *--* Mas lembre-se:

• Não xingue, você não gostaria que fosse com você não é?
• Deixe a url do seu blog para eu retribuir a visita.
• "Seguindo, segue de volta?" Depende, se eu gostar do seu blog, sigo sim c: