14.9.12

Resenha - Um amor para recordar



  “Cada mês de abril, quando o vento sopra do mar e se mistura com o perfume de violetas, Landon Carter recorda seu último ano na High Beaufort. Isso era 1958, e Landon já tinha namorado uma ou duas meninas. Ele sempre jurou que já tinha se apaixonado antes. Certamente a última pessoa na cidade que pensava em se apaixonar era Jamie Sullivan, a filha do pastor da Igreja Batista da cidade. A menina quieta que carregava sempre uma Bíblia com seus materiais escolares. Jamie parecia contente em viver num mundo diferente dos outros adolescentes. Ela cuidava de seu pai viúvo, salvava os animais machucados, e auxiliava o orfanato local. Nenhum menino havia a convidado para sair. Nem Landon havia sonhado com isso. Em seguida, uma reviravolta do destino fez de Jamie sua parceira para o baile, e a vida de Landon Carter nunca mais foi a mesma.”



Resenha: Quase todo mundo já deve ter assistido o filme 'um amor para recordar' - e já vou logo avisando que o filme não tem nada a ver com o livro; as histórias são as mesma, mais nada é igual - e se você chorou, vai preparando o lenço quando você for ler o livro.

  Acho que eu nunca me senti do jeito que eu fiquei enquanto eu estava lendo; parecia que ia nascer um filho de dentro do meu coração - é isso mesmo do meu coração, oi ? - mais o livro é muito muito muito fofo, e é um daqueles em que você fala :- daqui a 20 minutos eu tenho que parar para estudar, mas quando você se da conta já se passaram 1:20, é tipo assim.

   Na verdade o livro é emprestado, e eu tive que ler rápido, mais mesmo assim, mesmo que você esteja com vontade de ler mais de vagar, é quase impossível, já que a história te prende.

   No livro a história, conta que Landon Carter não é aquele bad-boy do filme, e que Jamie não  é aquela que não fala nada e parece que não existe. E tudo acontece quando ele se da conta que ele não sabe fazer nada de bom, e assim ele se inscreve nas aulas de teatro da escola, e tem que participar da peça de natal, - e não tem nada a ver com a do filme- e ai é naquele momento em que ele se da conta que Jamie é muito mais especial do que ele havia imaginado.

  O senso de humor no começo do livro é bem legal, deixa a leitura leve e descontraída já que no começo é só descrições e tudo mais, só que bem que avisam '' no começo você vai rir, mais depois você ira chorar, e depois não diga que eu não avisei''.


Quotes
"As vezes me pergunto por que as pessoas boas se vão cedo demais, deve ser porque Deus as quer por mais tempo ao seu lado!"

A vida, eu aprendi, nunca é justa. Deveriam ensinar isso nas escolas.

Não sabia o que pensar, e também não sabia se ela sentia o mesmo por mim. Mesmo assim, não me arrependo de ter dito aquelas palavras. A verdade é sempre a verdade, e eu havia acabado de prometer que nunca voltaria a mentir.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vem conte-meu sua opinião *--* Mas lembre-se:

• Não xingue, você não gostaria que fosse com você não é?
• Deixe a url do seu blog para eu retribuir a visita.
• "Seguindo, segue de volta?" Depende, se eu gostar do seu blog, sigo sim c: