7.11.12

Resenha - Amanhecer


 Estar irrevogavelmente apaixonada por um vampiro é tanto uma fantasia como um pesadelo, costurados em uma perigosa realidade para Bella Swan. Empurrada em uma direção por sua intensa paixão por Edward Cullen, e em outra, por sua profunda ligação com o lobisomem Jacob Black, ela resistiu a um tumultuado ano de tentação, perda e conflito, para atingir o momento da decisão final. Essa escolha fatal entre fazer parte do obscuro, mas sedutor, mundo dos imortais ou seguir uma vida totalmente humana se tornou o marco que poderá transformar o destino dos dois clãs: vampiros e lobisomens.

Agora que Bella tomou sua decisão, uma corrente de acontecimentos sem precedentes se desdobrará, com consequências devastadoras. No momento em que as feridas parecem prontas para ser cicatrizadas, e os desgastantes confrontos da vida de Bella, resolvidos, isso pode significar a destruição. Para todos. Para sempre. Assombroso e de tirar o fôlego, Amanhecer, a aguardada conclusão da saga Crepúsculo, esclarece os mistérios e os segredos desse fascinante épico romântico que tem arrebatado milhões de leitores.


Resenha: Após ter aceitado se casar com -o perfeito-  Edward, Bella tem que aceitar as consequências, como um carro que ainda nem foi lançado no país ou os mimos ''baratos'' do vampiro. Mas é claro que seu amor é maior que isso e ela acaba topando. Após conseguir enfrentar seu pai, e a fuga de seu melhor amigo, finalmente chega o dia em que os pombinhos juntam as trouxinhas e começam o -quase- final 'feliz para sempre'.

   Depois da cerimonia ma-ra-vi-lho-sa, Bella Cullen e Edward, decidem passar a lua de mel, nada mais nada menos que na ilha de Esme -aqui no Brasil  õ//. E sim, Edward cumpri a sua palavra e tem sua lua de mel ''normal'' como qualquer outra.

  Só que nem tudo sai como o planejado, e sem ao menos imaginar que era possível, Bella descobre que agora carrega uma pequena cutucadora, e como se isso já não fosse problemas o bastante, eles descobrem que o bebê é meio humano e meio vampiro ou seja, não é compatível com o corpo de Bella.

  E é claro que Bella sendo a Bella ela nunca deixaria ninguém fazer mal ao bebê, resultado? Com o crescimento acelerado do bebê, Bella está morrendo aos poucos, e não consegue manter nenhum alimento no estômago, mas o que a salva é Jacob é claro, que com seus pensamentos irônicos acaba salvando a donzela número 1 e a donzela número 2.

  Finalmente a bebê nasce, e Bella acaba se tornando uma vampira e como ela própria diz, ela teve os 3 meses mais perfeitos de todos - tudo bem que o fato de Jacob ter tido um imprinting por Reneesme, ofuscou um pouco o brilho.

  Mais é claro que a confusão não acabá por ai, e Alice acaba prevendo que os Voltures estão vindo [...] E eles não acreditam que um bebê meio humano e meio sangue-suga poça guardar o segredo de sua família.
Decididos os Voltures aparecem em um número extraordinário para acabar com a vida de Reenesme.

  A Guerra em si não acontece, então tudo fica bem, e depois de toda as confussões da saga, a família Cullen tem seu próprio ''Final" feliz.

Dentre todos os livros, o que eu mais gostei de ler foi Amanhecer, porque além do fato de Jacob narrar também, Bella se torna mais madura depois da transformação então não fica aquela chatice igual a Lua Nova, afinal você morre para ter uma filha, e agora querem mata-la, como você reagiria? Aposto que não melhor que a Bella, então eu não tenho o que falar, simplesmente um livro mágico, e me prendeu do começo ao fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vem conte-meu sua opinião *--* Mas lembre-se:

• Não xingue, você não gostaria que fosse com você não é?
• Deixe a url do seu blog para eu retribuir a visita.
• "Seguindo, segue de volta?" Depende, se eu gostar do seu blog, sigo sim c: