2.1.13

Resenha - Romeu Imortal



 Amaldiçoado a viver por toda a eternidade em seu espectro, Romeu, conhecido por seus modos rudes e assassinos, recebe uma chance de se redimir viajando de volta no tempo para salvar a vida de Ariel Dragland. Sem saber, Ariel é importante para os dois lados, os Mercenários e os Embaixadores, e tem o destino do mundo nas mãos. Romeu deve ganhar seu coração e fazê-la acreditar no amor, levando-a contra seu potencial obscuro antes de ser descoberto pelos Mercenários. Enquanto sua sedução se inicia como outra mentira, logo ela se torna sua única verdade. Romeu jura proteger Ariel de todo o mal, e fazer qualquer coisa que for preciso para ganhar seu coração e sua alma. Mas quando Ariel se decepciona com ele, ela fica vulnerável à manipulação dos Mercenários, e sua escuridão interna poderá separá-los para sempre.



Resenha: Quem leu a minha resenha de Julieta Imortal sabe o quão louca eu fiquei pela estória e pela a escrita de Stacey, e eu estava contando os dias para que o livro Romeu Imortal iria ser lançado. Para minha tristeza quando ele saiu tava caro de mais e só agora eu tive a oportunidade de ler. E veja o que eu achei do tão esperado desfecho de Romeu e Julieta

Depois de todas as reviravoltas do livro anterior, começamos Romeu imortal exatamente onde o livro anterior tinha parado; após a Enfermeira de Julieta dar uma ‘chance’ para Romeu, seu novo objetivo se torna conquistar Ariel, e assim fazer seus votos e se tornar um Embaixador.

  O que ele não sabia é que muitas verdades estavam escondidas atrás dessa missão e logo acaba cometendo um erro, que é mortal não só para ele, mas para todo o universo.
 Eu gostei do livro? Sim, mas vamos disser que eu esperava mais. O livro tem poucos mistérios, e é tão obvio, que depois de ler umas 50 páginas você já sabe qual é o final do livro. Também tenho que comentar que eu achei esse livro um tanto confuso, eu não sei se a autora pretende lançar um livro extra, explicando os fatos em aberto como o futuro dos Embaixadores e Mercenários.

A missão de Romeu era conquistar e isso aconteceu de forma tão rápida que você nem acredita, e o mais incrédulo ainda é como a personalidade de Ariel muda rapidamente, Ela odiava Dylan (corpo em que Romeu está) e em menos de 24 horas ela já está perdidamente apaixonada. Ela o ama e em menos de 15 minutos ela o odeia; essas confusões de sentimentos me irritaram um pouquinho.

‘’ Eu o odeio. Eu o amo. Eu o odeio. Vou enlouquecer. Posso sentir os alicerces que são a base de tudo trincarem e crack, crack, crack… Tum!’’

Uma das coisas que eu achei mais criativo foi que Romeu Imortal começa e termina onde Julieta Imortal terminou, tipo isso é muito wooooooh, mas é claro que só a Stacey pra fazer magia com as palavras.

Por causa desses fatos acima não é justo eu dar cinco estrelinhas ao livro mesmo que eu tenha gostado bastante, então por isso aqui vão as minhas três estrelinhas.


Espero que tenham gostado da resenha, e vocês o que acharam? Concordam ou não? Comentem  ><

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vem conte-meu sua opinião *--* Mas lembre-se:

• Não xingue, você não gostaria que fosse com você não é?
• Deixe a url do seu blog para eu retribuir a visita.
• "Seguindo, segue de volta?" Depende, se eu gostar do seu blog, sigo sim c: